quinta-feira, 18 de julho de 2013

Como um jogo pode rever seus conceitos: Team Fortress 2




Olá amigos! Faz muito tempo que não escrevo nada para esse blog. Por preguiça, falta de tempo ou nenhuma vontade de escrever mesmo. Continuo jogando games retro, tendo finalizado nos últimos meses três jogos: Lunar Silver Star Story (SAT/PS1), Halo 2 (Xbox/360/PC) e Darkwatch (PS2). Além de jogos de luta, como Kof XI (PS2) e Virtua Fighter 4 (PS2).Também joguei um pouco de Super Mario Sunshine (GC).
Venho jogando muitos jogos para PC, tendo terminado Prince of Persia (2008), Batman Arkham Asylum e Resident Evil 5 . O já famoso Steam facilita muito a vida de quem tem PC, vendendo jogos a preço de banana, com promoções arrebatadoras onde é possível adquirir títulos fantásticos a menos de R$10,00!
Foi através do Steam que conheci um game que mudou meus conceitos sobre a atual (ou seria passada?) geração de videogames. Esse jogo é um free2play da Valve chamado Team Fortress 2. Nunca fui fã de FPS (First-Person-Shotter), achava-os repetitivos ao extremo, antes de conhecer TF2 tinha terminado apenas dois Killzone (PS2) e o primeiro Halo (Xbox/PC), este fato gerava um preconceito enorme com os videogames dessa geração, que possuem muitos FPS. Apesar dos jogos exclusivos, como God of War, Gers of War, Gran Turismo, Forza e os jogos da Nintendo, não via motivos para comprar um novo videogame.
Mas TF2 mudou isso completamente, sua jogabilidade extremamente complexa, seus gráficos ótimos e seus mapas viciantes me fizeram começar a gostar de FPS!  Mas não apenas gostar! Esse gênero que antes abominava é simplesmente viciante! Se não fosse por TF2 continuaria com o mesmo preconceito besta que me levou a ignorar Doom e Duke Nukem quando tinha um Saturn, Medal of Honor no PS1 e PS2 e tantos outros.
 É verdade que TF2 me fez jogar menos outros jogos (já possuo mais de 200hrs de jogo e passei de uma conta free para uma Premium), mas se não fosse por ele não teria terminado nessa semana o ótimo Darkwatch do PS2.
Este blog continuará sendo retro, focado principalmente nas gerações 32 e 128bits. Não prometo nenhuma postagem, pretendo falar de Lunar (que é um dos melhores RPGS que já joguei) e do próprio Darkwatch futuramente, mas, não sei quando ira acontecer. Enquanto isso recomendo que baixem Team Fortress 2 e aprendam a joga-lo (os servidores brasileiros tem muitos trools mas também é possível encontrar pessoas muito legais, que iram te ensinar táticas e forneceram dicas preciosas!). Estarei esperando por vocês disfarçado de Sniper e usando o Dead Ringer!